Promoção “Mês (Geek) das Crianças” Meio Bit

1 10 2008
por YinYang

Olá pessoas!

Hoje ao contrário de todos os outros posts, que são  posts mais sobre minha visão sobre os assuntos discutidos, o post é sobre algo muito, mais muito mais nobre.

O Meiobit, maior portal de informações sobre informática em geral do país está com uma promoção que vale muito a pena participar. não só por mim (ou por vcs mesmos), mas também porque ela tem como objetivo principal uma ação que vai trazer um pouquinho mais de felicidade a crianças neste mês das crianças: o Meiobit vai doar  um Nintendo Wii para a instituição que receber mais votos das pessoas que escreverem um post em seus blogs, e que depois faça um reply no post da promoção. Mas você, seu ser individualista, deve estar perguntando o que você vai ganhar com isso… além de se sentir melhor, o que deveria já te satisfazer, ainda concorre a   um ipod (não sei qual exatamente) e uma mochila Targus Sport!

Para escolher qual instituição escolher, dê uma olhada em quais estao concorrendo no post.

Eu escolhi o Orfanato “Lar Amor Real”, o que pode parecer injusto com os outros projetos, já que todos mereciam, mas teria de se escolher uma delas.  O motivo pelo qual escolhi foi que ela me pareceu a instintuição que mais mereceria o “brinquedinho” novo. Uma delas já recebe ajuda todo ano no natal, então não acharia justo ela “ganhar mais uma vez” perante as outras, já a escolha entre as outras duas foi muito mais por emoção que razão, sei lá algo me fez pensar que a escolhida faria melhor uso.

Então pessoas, mãos a obra! Bora ajudar na escolha!





A persistência do tempo

9 08 2008
por Yin Yang
“Every year is getting shorter, never seem to find the time
Plans that either come to naught or half a page of scribbled lines
Hanging on in quiet desperation is the english way
The time is gone, the song is over, thought Id something more to say”
A persistência da memória – Salvador Dali Time – Pink Floyd

A Internet fez com que a informação se tornasse de mais fácil acesso do que antigamente, afinal é inegável que se pode ter várias fontes diferentes de informações a um clique, comodamente sentado em frente ao computador. Porém, ao mesmo tempo pode-se tornar difícil absorver essa mesma quantidade de informações que são nos oferecidas. Mais do que nunca, o tempo está se tornando um inimigo intransponível, não adianta termos cada vez mais velocidade para conseguir informações, pois conforme aumenta a velocidade, também está se aumentando proporcionalmente a quantidade de informações que nos parece ser úteis.

Atualmente, eu estou tendo problemas sérios de falta de tempo para conseguir ler tudo que me é mostrado, e que eu realmente quero ler. Sem contar nos recados dados em diversos sites de relacionamentos, microblogs e posts em blogs que eu adoro ler e comentar. Engraçado que até pouco tempo atrás o meu circulo virtual-social era associado a blogs e ao orkut, porém hj em dia tenho contas em varios locais, fico no microbloging sempre que dá (uso mais o Plurk), preciso trabalhar, ter o convívio com as pessoas no mundo real, assim como viver nele também, estudar por fora novas linguagens, métodos, certificações… nesse meio tempo é gtalk, msn, skype, emails chamando para coisas legais ou covnersas inúteis… UFA!

É muita coisa ao mesmo tempo, ficando pouco tempo em si para ficar parado filosofando, aquele tempo em que se fica sozinho e que vem novas resoluções e rumos para a vida. Tempo que eu consigo altamente necessário, pois não consigo imaginar uma vida sem ter esse tempinho tão necessário para traçar novos rumos e objetivos na vida. Parece que sem isso vivo apenas maquinalmente, com poucos prazeres e principalmente sem motivação.

Confesso que trabalhar agora está sendo maravilhoso financeiramente, ainda mais com os problemas de dinehiro que a familia anda passando. Mas, (sempre tem um MAS né?) reduziu drásticamente meu tempo de sonhar e de tentar realizar sonhos. junte a isso o desânimo de fazer algo sempre no mesmo horário (odeio rotina), o cansaço que ando sentindo e a pressão para resulatdos rápidos. Provavelmente por causa do mesmo vilão – o tempo, no caso a idade – hoje em dia não consigo mais sentir-me satisfeito com apenas 4 horas de sono diários, estou beirando já as 7 horas de sono diárias para me sentir BEM disposto.

Eu adoraria ter mais tempo para ver tudo que me recomendam, sejam livros, filmes, jogos, lugares… mas não dá! fico nove horas no ambiente de trabalho, demoro 2 horas apenas pra me locomover entre casa-trabalho, coisa que aliás acho pior que o trabaho, pois é tempo perdido sem aproveitamento algum, se somar 7 horas de sono sobram “livres” só QUATRO horas durante a semana “útil” para o que eu desejar fazer de modo livre. E se eu for acrescentar a academa, atividade que parei de fazer por causa de falta de dinheiro e que agora quero voltar (e tenho, pq estous em fazer atividades físicas), eu gasto no mínimo mais 2 horas desse tempo “livre”.

Sei que estou parecendo um velho caquético reclamando disso, mas creio que numa sociedade tão veloz como a nossa, ter controle do tempo e gastar o menos possível este precioso (e esacasso) recurso de bobeira.

Para isso algumas atitudes poderiam ser interessantes:

horário de trabalho flexível: as vezes uma pessoa não está rendendo muito bem em um dia, se pudesse ir pra casa, descansar um pouco, pode ser que no mesmo dia ela volte com mais disposição, sem contar que as vezes essa relaxada faz a pessoa enxergar o problema de maneira mais clara e a solução aparece. Sem contar que isso poderia gerar uma diminuição no transito das grandes cidades, que é um dos motivos de stress antes mesmo do dia de trabalho começar.

local de trabalho flexível: sim, é difícil mesmo de se controlar o quanto se trabalha em casa, mas tem momentos em que o empregado ficar em casa vai ser muito mais benéfico tanto para ele quanto para a empresa, seja pelo trânsito infernal, seja para quebra de rotina (grande fator para desanimo não somente o meu). não é tornar a pessoa uma vagabunda sem responsabilidade, pelo contrário, grandes profissionais mostraram maior responsabilidade trabalhando de maneira mais flexível que o empregado que fica “engessado” dentro da empresa.

Organização de informações: essa parte é a mais dificil pra mim, sou caótico por natureza, porém conseguir organizar as informações pode otimizar o tempo perdido na sua localização e entendimento. Utilizar de artifícios como calendários e notas podem ser muito utéis, desde que organizados. Para filtrar um pouco das informações que vem da internet, pode-se utilizar um leitor de RSS para os diversos tipos de informação, inclusive por prioridade, dos sites que se visita mais. Mostrar as pessoas que quando vc coloca um tipo de estado “ocupado” nos seus comunicadores é para não ser interrompido por qualquer coisa é essencial. Conversar é maravilhoso, mas tem horas que a concentração é imprensidível e se abrir excessão para uma pessoa, a excessão pode se tornar a regra.

tem muitos outros que podem ser incorporados, mas acho que só com esses três uma melhoria no uso do tempo já é notória e satisfatória.

Pra finalizar, pois esste texto já está enorme e o tempo que vcs perderam nele já está maior do que eu imaginava inicialmente, gostaria de pedir desculpas por sumir do blog, justamente o tempo foi meu inimigo, pois eu demoro pra escrever algo, pois vou escrevendo e se não gosto, apago e começo denovo e nisso as vezes o qeu escrevo já é passado, nem vale a pena publicar. Para quem leu, fica o pensamento: será que eu utilizo o tempo do jeito que gostaria? o que posso fazer para que eu possa utilizar o tempo ao máximo?

O tempo não pára e a vida é finita.

ps1> esse texto foi se desenvolvendo através dos comentários lidos no plurk da Patricia Muller, sobre seu novo blog, o Infinito Atemporal, somados a falta de tempo que tive para entrar no brainstorm para criação do nome de blog.

ps2> o uso da palavra “tempo” exageradamente foi proposital, incialmente queria colocar ele em intervalos pré definidos, como se fosse o texto uma propria marcação de tempo, um tic-tac imaginário, mas infezlimente minha falta de paciência venceu o lirismo.

ps3> antes que perguntem, sim o título deste tópico é uma mescla dos titulos do quadro e música apresentados antes, achei que se encaixou perfeitamente… além de me ajudar em uam das minhas dificuldades: nomear algo.





é… to ficando NERD tosko demais

2 05 2008
por Yin Yang

NerdTests.com says I'm a Dorky Nerd God. What are you? Click here!

o seguinte questionário eu vi no Blog do Cardoso.

se quizer, faça um tb em Nerdtest2





E viva a censura!!

10 04 2008
Por Yin Yang

Mais uma vez, nosso país, pode dar mais orgulho aos seres retrógados que amavam a ditadura militar. Depois do bloqueio do youtube, graças a cicarreli, da proibição de jogos como Duken nuken, CS e everquest, lá vem a nova idiotice do nosso magistrado falho:

Segundo matéria que li no MeioBit, escrita por Fabiane Lima, relata o provavél bloqueio do mega-portal de blogs WordPress. Isso, você entendeu bem, o mesmo que eu hospedo este humilde blog!

A justiça brasileira é cada vez estúpida, fazendo com que um problema relatado seja o necessário para banir a escolha de todos. quantas pessoas tem blog no wordpress e que são úteis e que agora pode perder seu direito alienável á expressão? e sso não se categoriza como censura prévia, algo que foi uns dos piores acontecimentos na ditadura militar? não foi por isso que muitos lutaram?

São muitas perguntas, nas quais eu nem sei se tenho como responder, mas uma coisa eu sei: não é por causa de uma imbecil que postou um video embaraçoso de uma mina, que inclusive foi retitado, que se faz com que um canal todo de comunicação seja bloqueado. Se for assim, vamos mandar bloquear os cultos religiosos por alguns taxarem todo RPGista de satanista, por exemplo.

não é por aí! não acho justo por causa de uma (ou poucas) pessoa(s) ter  todo um conteúdo bloqueado, sendo que se tem muita coisa boa e digna. Uns dos problemas relatados para a indicação do bloqueio do portal ao todo foi que era imposível bloquear apenas um subdomínio, ou seja, o site em questão. Olha, eu que não sou um expert no assunto sei muito bem que dá para criar um alias para um subdomínio dentro de um domínio externo em um servidor, só não sei se é possível se pensar deste modo direto em um backbone ou em servidor de grande escala, ou ainda se isso acarerta em muito mais dificuldade e demora nas pequisas.

O fato é que, eu não sei quanto tempo mais este site poderá ser visto por vcs, e não sei ainda que vou fazer, pois eu gosto muito do wordpress e estou sem grana – estou desempregado – para ficar pagando um servidor e registrar um nome para ele. é ridiculo pensar que poderei ter mais gastos por causa de uma decisão judicial na qual eu não sou culpado.

Fica aqui resgistrado minha revolta.





April Fools: The Blizzard way

1 04 2008
por Yin Yang

Hoje, para quem não vive no planeta terra é o conhecido “april fools” ou no brasil, o 1º de abril, dia da mentira.

Para começar a falar sobre a série de sites e empresas que brincam com isso, vou começar relatando as brincadeiras da blizzard:

  1. WOW: The Molten Core novo jogo do renomado MMORPG, com gráficos impressionantes que faria qquer amante de tibia amar o jogo. recomendo ver o trailer e se divertir.
  2. Stracraft 2: The Tauren Marine nova unidade terran, que é um belo tauren utilizando uma armadura no estilão dos marines AND uam arma que é a mistura de um machado laser e um rifle.note as legendas dos filmes com o “moovie” e o pior que até uma historinha ele inventaram que ficou interessante!
  3. WOW: Bard Class: WOW + Guitar HEro?? yay!!!
  4. Diablo 2 Piñatas: nova atração para os aniversários!

sei que não estou dando muitas informações de ambos os sites, mas é para vcs irem mesmo para ele e verem e rirem com as brincadeiras.

ah… e feliz primeiro de abril!!





Windows Live Writer

4 03 2008

por Yin Yang

Sempre pensamos que produtos da microsoft são ruins ou são pagos. Uma das únicas excessões a esse critério é o messenger. Agora a microsoft com a linha Live lança mais alguns produtos deuso gratuíto. um deles é o Windows Live Writer, um editor de texto para envio a blogs e outros conteúdos online. tem uma interface simples e parece no meu computador ser bem leve, além de dispor de uma gamma muito grande de sites aceitos, para um programa relativamente novo.

Aliás, este post foi realizado com o mesmo… talvez seja necessário depois verificar melhor como ele trabalha com CSS e com as configurações de cada site. provaveis updates sobre a execução e como está sendo utilizar ele depois devem ocorrer.

update: tirando alguns problemas, como usar o preformated p/ indicar quem escreveu, o resto até que está indo bem… tirando tb agora que o fundo ficou cinza e antes estava no branco, que era o verdadeiro usado.





Plugin interessante:: PicLens e reflexão sobre o mercado de softwares

10 02 2008
por Yin Yang

A dica deste plugin é tanto por causa da utilidade real dele quanto em si da idéia e dos comentários que falarei sobre o que ele me fez observer: o poder dos plugins para empresas que querem ter um bom início na estrada tortuosa e acirada do software.

o PicLens é um plugin para os browsers Mozilla Firefox, Internet Explorer e Safari (este para sua versão MAc apenas, pelo que pude testar), que cria uma parede com as imagens das galerias de certos tipos de sites como Flickr, DeviantArt, Picasa e as buscas em siets como o Yahoo e o Google, dentre outros. A lista completa está no site… é só ir lá.

Sobre o programa em si, estou utlizando ele no firefox do meu windows xp, posso dizer que realmente impressiona como ele funciona de maneira leve comparado ao que ele az por debaixo, que é verificar o album completo e ir colocando thumbnails das imagens em um mural. Porém, este mural pode ser movido de forma a aparentar que a muralha existe, e a mesma segue as proporções de profundidade com as imagens. Utilizando o mouse, se pode “navegar” através das imagens da muralha, e utilizando ou o botão esquerdo do mouse ou o rollover pode-se aumentar o tamanho da imagem que está em destaque. Pode-se também, com dois cliques em alguam imagem, passar as fotos do album no bom e velho modo de slideshow.

Um fato que se deve saber antes de utilizar o plugin é que ele faz tudo isso em “tempo real” utilizando a banda para criar os tumbnails, asism como a exibição das iamgens de modo mais detalhado. As iamgens detalhadas são carregadas apenas quando o usuário deseja vê-la assim. Logicamente, as imagens vistas em detalhe são guardadas em um cache, que infelizmente não fui atrás de saber qual é o limite real. Obviamente, a velocidade com a qual se conseque observar isso é diretamente proporcional a banda disponível… não adianta nada pegar uma galeria com centenas de imagens e uma banda discada que o programa irá demorar de todo modo.

Outro ponto interessante: há plugins para o WordPress e tem o programa que cria o código embed para a criação de slideshows em páginas web. Ou seja, uma ferramenta poderosa para exibição de imagens em galerias dentro de blogs e sites. Esse plugin pode auxiliar muito para a exibição de um passo-à-passo, dentre outras aplicações rápidas que pensei logo que observei a ferramenta.

Agora o “outro assunto”: como esse tipo de programa pode auxiliar empresas pequenas a conseguirem espaço no mercado.

muitas empresas peqeunas, e programadores solo, conseguem ter alguma notoriedade através da criação de um plugin para um programa muito utilizado. A vantagem de ser um plugin é que se o aplicativo no qual será aplicado for de grande abrangência, as chances da utilização do mesmo é maior, sem contar que grandes empresas tem hoje em dia em sua própria página uam área anexa sobre os plugins criados para a ferramenta, o que torna a busca mais rápida. Além disso, a criação destes plugins é muito mais fácil que a criação de um programa front-end, por causa das próprias limitações que a empresa deixou para a aplicação de plugins.

Outro lado interessante e crescente no mercado são as API’s para certos hardwares. o boom mais recente foi a criação de API’s e programas para o iPhone e outros smartphones. Aliás, um mercado aberto para novas idéias são para aplicações em celulares, que cada dia que passa se tornam cada vez mais centradores de informações e aplicações. Nada contra, mas EU ainda prefiro ter um notebook e deixar o celular para sua principal atividade: ligações. Lógico que eu adoraria ter um iPhone, mas dificilmente usaria ele como tocador, deixando isso pro meu iPod. Odiaria ficar sem carga para poder fazer/receber contatos por causa de estar ouvindo musica ou vendo vídeos.

ops… voltando ao assunto central, a criação de alicativos “pequenos” para se utilizar nos smarthphones depende muito de qual tipo de software poderá se programar, sendo que alguns são proprietários e precisam de licensa, ou de um software específico, ou pode ser utilizando algumas das linguagens mais conhecidos para mobiles. Temos como exemplos disso o Java, que já foi muito mais utilizado em telefones da primeira geração com camera conjunta e os programas para o Windows Mobile, o SO da empresa do senhor Bill, com tem sua base na programação C#.

De todo modo, é um dos mercados mais fáceis de se iniciar no brasil para quem pensa em atuar na área de jogos, pois é uam das áreas nas quais tem-se o retorno após a criação desses joguinhos. Infelizmente, o Brasil ainda está longe de se tornar um pólo de criação de jogos, e também de softwares em geral, devido aos problemas inerentes à outras áreas de tecnologia: tudo é muito caro. Além disso, tem também o lado “ultra-protecionista da moral”, como no caso da proibição de jogos ConterStrike (CS) e Everquest no país, sem contar os anteriores, como Duke Nukem, Carmageddon. Essa censura imbecil também pode podar muitos planos de algumas empresas pois, querendo o ministério público e os orgãos de “defesa” do consumidor, AS PESSOAS GOSTAM DE JOGOS VIOLENTOS. Por isso que temos no país a classificação por faixa etária, que é para saber que tipo de pessoa que estará comprando, ou seja, colocano na faixa etária correta, deixa na mão da pessoa o poder de ESCOLHA. Alías o caso do CS, o motivo foi por causa da criação de um mod – alteração no jogo para inserção/mudança de aspectos, que pode ser apenas superficial até mudança de paradigma – no qual se inseria a luta no meio dos morros cariocas, onde a bria era entre a polícia e os traficantes, podendo também atirar em civis inocentes e os “playboyzinhos imbecis das ONG’s” (ai ai… tropa de elite se fez presente neste momento).

Tá… agora vamos imedir um jogo por causa dele imitar parte da realidade? que lindo! então o mesmo IMBECIL que fez a moção para a retirada dos jogos, pode começar uma loooonga lista: seriados, novelas, filmes e tudo mais que tiver algo parecido. Melhor ainda! Vamos aplicar denovo a censura prévia e voltar aos tempos da ditadura! a democracia também serve para que eu possa ter a OPÇÃO DE ESCOLHER o que quero. Isso inclusive me fez lembrar de outros dois casos: o carro da viradouro deste ano que era sobre o holocausto e a “proposta de lei” para impor que nas TV’s a cabo um cota mínima de programas brasileiros na programação. ambos cerceiam tanto a liberdade de espressão quanto o poder de escolha própria do cidadão.

Denovo, voltando ao assunto do mercado, por causa das facilidades tanto de observação de um subprograma para um programa reconhecido, como a programação facilitada há a possibilidade de com poucos recursos se começar a ter uma maior imagem da empresa/freelancer no grande mercado tecnológico.

Lógico que não se deve apenas se pensar neste lado, os progrmas próprios são a alternativa mais certeira ainda para a consolidação no mercado, porém para um início pode ser bom para se conseguir experiencia e visão mercadologica.

vale a pena lembrar tambem que muitas dos aplicativos que hoje em dia parecem  ter sido feitos por grandes empresa, se inciaram com apenas um conjunto pequeno de programadores ou apenas um, como o orkut, que querendo ou não foi o início desse tipo de site, o youtube, o linux e o google.

portanto: os plugins podem ser um bom incio, mas não deve ser o grende alvo de uma empresa que pretende alcançar grandes proporções, assim como  API’s para hardwares específicos tambem podem ser um ótimo começo e nesse caso até pode-se manter no mercado por muitotempo, dependendo muito do poder do hardware.

PS1>> como devem ter notado, este post segue um caminho tortuoso, caminhando em diversos assuntos ao mesmo tempo. se isso for ruim, vou treinar mais para ter um texto mais coeso no assunto central.

PS2>>o Kallrish está sem internet por alguns motivos, por isso ele voltou a sumir do universo virtual. E eu não escrevi mais depois daquilo por causa da correria de fim de facu/carnaval. além disso, estou vendo que certas horas eu prefiro apenas ler a escrever algo, talvez por ainda não estar com as idéias em formação.

PS3>> Estou vendo os sites que irei colocar no blogroll, serão os blogs e sites que EU mais vejo e desejo recomendar. As explicações de cada site eu juro que tentarei colocar na aba links depois… aliás, lembrando do PicLens, eu tenho um deviantart, se quizerem ver.








Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.